Quais alimentos posso colocar na composteira doméstica?

15 de janeiro de 2023
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
alimentos que posso ou não colocar na composteira doméstica

Quais alimentos posso colocar na composteira doméstica? Pergunta frequente quando iniciamos o processo de compostagem.  Em primeiro lugar vamos entender o que é compostagem e para que serve. A compostagem caseira transforma resíduos orgânicos em alimentos valiosos para o seu jardim. É uma maneira eficaz e eficiente de reduzir significativamente o fluxo de resíduos em sua casa enquanto faz sua parte para reduzir sua pegada de carbono.

Os materiais orgânicos enviados para aterros sanitários geram metano, um poderoso gás de efeito estufa que agrava os impactos negativos das mudanças climáticas. Com a compostagem, você está criando uma valiosa correção do solo que pode ser usada para beneficiar sua paisagem e além disso, promove o crescimento das plantas e sequestrar carbono. A maior parte dos resíduos alimentares pode ser compostada. Mas você tem que decidir quais resíduos podem ou não ir para a compostagem.

Aqui estão algumas dicas dos alimentos/resíduos que você pode ou não colocar na composteira doméstica:

O que posso colocar na composteira:
  • Restos de frutas (dispense a cítricas como: limão, laranja abacaxi…) e vegetais
  • Saquinhos de chá, borra de café
  • Cascas de ovo
  • Cortes de grama, podas e folhas
  • Pequenas quantidades de papel picado e papelão macio
  • Plantas de jardim
  • Caroços de frutas
  • Cascas de frutas e legumes
  • Cascas de melão
  • Grãos de café
  • Legumes velhos que não servem mais para comer
  • Folhas frescas
  • Palha de milho
  • Espigas de milho
  • Talos de brócolis
  • Desbastes da horta
  • Guardanapo não engordurados
O que NÃO  posso colocar na composteira:
  • Excremento de gato ou cachorro (até pode, mas não indicamos utilizar o húmus em hortas e árvores frutíferas)
  • Carne, peixe e ossos
  • Lacticínios
  • Areia de gato
  • Gorduras, óleos e graxas
  • Madeira tratada ou pintada
  • Plantas doentes e infestadas de pragas
  • Alho e cebola (embora não faça mal, mas devido ao forte odor)
  • Condimentos fortes: assim como a pimenta, pimentão
  • Farináceos, para que não fermente dentro da composteira aumentando a temperatura

Você pode adicionar composto (húmus) às suas flores e hortas, vasos e jardins de contêineres; incorporá-lo em canteiros de árvores; misturá-lo com terra para vasos de plantas domésticas; ou borrifá-lo sobre o solo em seu gramado. O composto pode ser usado como uma correção do solo, misturando 2 a 4 polegadas de composto nos 6 a 10 polegadas superiores do solo.

Assim você:

  1. Em primeiro lugar, melhora a estrutura e saúde do solo adicionando matéria orgânica,
  2. Em segundo lugar, ajuda o solo a reter água e nutrientes.
  3. Além disso, atrai organismos benéficos para o solo, reduzindo a necessidade de pesticidas e fertilizantes.
  4. Da mesma forma, reduz do potencial de erosão do solo.
  5. Além disso, sequestra de carbono no solo.
  6. Contudo, contribui com a resiliência aos impactos das mudanças climáticas.

Importante lembrar

O biofertilizante (líquido da composteira) deve ser diluído 1:10, ou seja, 01 parte de biofertilizante para 10 partes de água.

Use como rega, por outro lado, você pode utilizar spray nas folhas para proteger de pulgões

 

Além disso, leia também quais os benefícios de se fazer compostagem doméstica.

10 Benefícios em fazer Compostagem Doméstica

 

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

MINHA CONTA