O que é macramê?

8 de junho de 2022
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

A palavra macramê é derivada do árabe macramia, significar “toalha listrada”, “franja ornamental” ou “véu bordado”

O macramê é a técnica de confecção de um tecido que utiliza vários nós para formar uma peça. Cada nó é criado com as mãos e não são necessárias outras ferramentas além de um suporte (argola, madeira, galho de árvore…)de montagem.

História do Macramê

Os antigos persas e assírios (2300 a.C.) aperfeiçoaram esta arte com grande habilidade. Países árabes do século XIII levaram a técnica para Europa, onde os tecelões usavam fios extras para finalizar as bordas de tapeçarias, tapetes e xales com franjas.

À medida que esses tecidos foram distribuídos por toda a Europa, mais pessoas começaram a experimentar o nó como passatempo. No século XVII, a técnica chegou até a Inglaterra, onde as damas de companhia foram ensinadas sob a orientação da rainha Mary II.

Os marinheiros foram uma parte importante na história do macramê, no início da Grande Era da Vela nos anos 1700 a 1830, utilizavam os nós para fins práticos. Em viagens longas, o ato de dar nó servia também, como uma maneira de permanecer engajado e afastar o tédio. Esses marinheiros ajudaram essa forma de arte a se espalhar por todo mapa, pois quando atracados em novos Portos, negociavam os itens de macramê que faziam no navio. Itens populares incluíam redes, chapéus, cintos…

Os nós têxteis se tornaram populares durante os séculos 18 e 19 até que a técnica foi amplamente substituída por máquinas de costura após a Revolução Industrial. O nó de mão tornou-se popular novamente no final dos anos 60 e 70, um pouco mais aprimorado o macramê virou peças de roupas, decoração e acessórios como pulseiras, colares…

 

Tutoriais no YouTube e em sites pessoais, levam as pessoas a buscarem a arte do macramê como hobby para aliviar a tensão do dia-a-dia ou como fonte de renda, produzindo e vendendo os trabalhos em macramê.

Quais são os nós de macramê mais utilizados?

Nó de laçada

Feito com um fio, dois cabos(duas pernas de fio). Também conhecido como nó inicial.

  1. Dobre o fio ao meio
  2. Passe a parte dobrada do fio por cima do bastão ou por dentro da argola
  3. Passe as duas pontas do fio por dentro da parte dobrada do fio
  4. Puxe as pontas do fio até ajustar o nó no bastão ou argola.

Nó Quadrado

Feito com dois fios, quatro cabos(quatro pernas de fio). Também conhecido como nó duplo.

  1. Separe as duas linhas dos cantos, escolha um dos lados, o direito, por exemplo, e passe esse fio por cima dos dois que estão ao meio, e por baixo do fio do outro canto, deixando os fios no formato parecido com um 4.
  2. Em seguida, pegue o fio da outra extremidade e passe por baixo dos dois fios que estão ao meio. E depois, pela frente do fio da outra extremidade.
  3. Estique os fios das duas pontas até o final.
  4. Ajeite os fios centrais.
  5. Agora repita o mesmo processo, mas começando pelo outro lado.
  6. Passe o fio da direita por trás dos dois fios centrais e pela frente do fio da esquerda e faça o nó.
  7. Finalize esticando os fios até o final

Nó Festonê

Feito com, no mínimo, dois cabos(duas pernas de fio).. Ele é muito usado para fazer uma espécie de “barra”, nas laterais da peça, mas também pode ser usado no meio do trabalho.

  1. Pegue o primeiro fio à esquerda ou à direita e passe por cima de todos os outros fios.
  2. Passe o fio seguinte ao redor do fio separado anteriormente laçando-o e puxe até fechar o nó.
  3. Repita o processo duas vezes para cada fio ou quantas vezes quiser conforme receita.

Nó Escondido

Feito com um fio, geralmente para finalizar uma peça

  1. Pegue um fio extra, prenda uma ponta do fio (com sobra) a outra ponta forme uma dobra longa
  2. O restante do fio que foi dobrado, passe varias voltas (como se estivesse fazendo nó de forca)
  3. Repita o processo até deixar uma pequena quantidade da dobra aparente.
  4. Passe a ponta do fio por dentro da dobra que ficou aparente.
  5. Segure as duas pontas e puxe até que a ponta de baixo suma dentro das voltas

Nó Espiral

Feito com no mínimo dois fios, quatro cabos. Conhecido também como Nó DNA

  1. Separe as duas linhas dos cantos, escolha um dos lados, o direito, por exemplo, e passe esse fio por cima dos dois que estão ao meio, e por baixo do fio do outro canto, deixando os fios no formato parecido com um 4.
  2. Em seguida, pegue o fio da outra extremidade e passe por baixo dos dois fios que estão ao meio. E depois, pela frente do fio da outra extremidade.
  3. Estique os fios das duas pontas até o final.
  4. Ajeite os fios centrais.
  5. Agora repita o mesmo processo, sempre começando pelo mesmo lado, do inicio ao fim.

Com estes nós básicos você irá conseguir fazer todo tipo de peça, à medida que vamos ficando mais habilidosos, nos aventuramos em novos nós, pois as possibilidades são enumeras.

Qual cordão usar para macramê?

O cordão cru é o mais utilizado para começar a fazer macramê, mas você também pode usar a lã, fio encerado (mais utilizado para confecção de pulseiras, colares…), fio acetinado, o nylon e qualquer outro tipo de barbante colorido.

Como calcular o tamanho do fio utilizado nas peças?

O tamanho do fio que será utilizado na peça é sempre o maior drama, por isso a dica é fazer um gabarito com os tipos de nós e espessuras de fios, pois cada pessoa tem uma forma diferente de fazer o nó, uns fazem mais apertado, outros mais soltinho. Exemplo: Fazendo um nó quadrado com uma linha de 3,5mm ou 24 fios de espessura, marque o inicio e o fim da linha que foi necessária para fazer o nó, desmanche ou corte o nó e meça de uma marca a outra, você saberá quantos centímetros foram necessários para fazer 01 nó quadrado. Digamos que utilizamos 5cm(de cada lado do fio)para fazer um nó quadrado de 1 cm.

Se a peça que você irá confeccionar precisa de 50 cm do nó quadrado, então basta você fazer uma regrinha de três.

Ou seja, se para fazer um nó quadrado de 1cm você precisa de 5cm de fio(de cada lado), então para fazer uma peça de 50cm de comprimento, você precisará de 2,50m (de cada lado).

Temos certeza que com esses conhecimentos você conseguirá confeccionar lindas peças em macramê, vá com calma e busque evoluir de forma gradual. Você pode fazer dessa arte um belo hobby, terapia ou uma profissão, então BORA DAR NÓ!!!!

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

MINHA CONTA